Statement of the WFSW on Gaza

For two weeks now, thousands of raids by air, land and sea have sown daily panic in Gaza and have killed more than 1000 persons (as of July 27th, 2014),mostly civilians, particularly women and children. The suffering inflicted on the population of Gaza is intolerable. This is added to the virtual imprisonment of a million and half human beings during 8 years of blockade.

The government of Israel continues and even intensifies its colonization of the West Bank and Jerusalem, thus making the possibility of a pacific solution and the creation of a Palestinian State (in accordance with the UN resolutions) even more remote.

 

Declaration on the rights of scientific workers

1.  Preamble

      Science and scientific research can contribute increasingly to the improvement of the living conditions of mankind, can become a reliable source of welfare, and can create conditions for the realisation of social justice within society. Furthermore, science and science teaching are expanding at an increasing rate, so that the importance of ensuring the application of the enormous forces made available by scientific discovery to the needs of mankind increases correspondingly.

      The profession of scientist and science teacher is therefore characterised by special features arising out of the great social responsibility of these workers. Their activities have a particular significance and importance due, on the one hand, to the broad possibilities of using science and its achievements for the benefit of society as a whole and for solving important social and economic problems and, on the other, to the danger that the results of scientific research, will be used against the vital interests of mankind either in preparations for wars of mass destruction or for the exploitation of one country by another. Scientific workers have an important role in promoting the most effective use of science and scientific methods for human welfare and in contributing to the preservation of peace and reduction of international tensions.

 

84ª Reunião do Conselho Executivo

da

Federação Mundial dos Trabalhadores Científicos

Meudon (França) 22-23 Setembro de 2014

ORDEM DE TRABALHOS (provisória)

1. Aprovação das Actas da 21ª Assembleia Geral (Moscovo/Nijni-Novgorod) e das Actas das 82ª e 83ª sessões do Conselho Executivo

2. Exposição de abertura do Presidente da Federação

3. Relatório de actividades do Secretariado Internacional : textos aprovados ; a newsletter da FMTC, o sítio internet, as videoconferências

4. Debate geral:

       a- a crise planetária

       b- a ciência e os cientistas no quadro da crise

       c- o papel da FMTC

5.As actividades, os projectos, os Grupos de Trabalho

6. Relatório financeiro; a questão do cálculo das quotizações

7. Projecto de regulamento interno

8. Próxima reunião do Conselho

9. Assuntos diversos

PROGRAMA GERAL E ORGANIZAÇÃO DOS TEMPOS

Segunda-feira 22 Setembro

10h00-12h00: Reunião do Secretariado Internacional

14h30-17h30: 84ªSessão do Conselho Executivo

Terça-feira 23 Setembro

9h30-12h30: 84ª Sessão do Conselho Executivo (cont.)

14h30-17h30: 84ªSessão do Conselho Executivo (conclusão)

Quarta-feira 24 Setembro

9h30-12h30: Reunião de dois Grupos de Trabalho

      "Condições da Investigação"

      "Energia-Clima": parte Clima

14h30-17h30: Seminário público: "Ciências e Educação"

Quinta-feira 25 Setembro

9h30-12h30: Reunião de dois Grupos de Trabalho:

        “Energia-Clima”: parte Energia

        "Desarmamento"

14h30-17h30: Reunião do Secretariado Internacional e encerramento

XXI Assembleia Geral da Federação Mundial dos Trabalhadores Científicos

Moscovo-Nidjni Novgorod, 8-13 Setembro 2013

 Conforme aprovado na reunião do 81º Conselho Executivo da FMTC, realizado em Argel, em Setembro último, a XXII Assembleia Geral da Federação Mundial dos Trabalhadores Científicos terá lugar na Federação Russa. Os trabalhos da Assembleia Geral bem como outros eventos associados repartir-se-ão entre as cidades de Moscovo e de Níjni Novgorod conforme programa anexo, e decorrerão entre 8 e 12 de Setembro de 2013. Tirando partido da presença esperada e já anunciada de delegações de diversas associações filiadas na Federação mas também de outros convidados, terá lugar um Simpósio aberto para o qual foi escolhido o tema “Jovens investigadores: estatuto profissional, emprego, mobilidade e fuga de cérebros”. O Simpósio, aberto ao público, será um ponto de encontro com membros da comunidade científica da Rússia, constituindo ao mesmo tempo uma oportunidade para o estabelecimento e reforço de contactos com colegas oriundos de outros países e continentes. Espera-se a presença de investigadores, docentes e outros trabalhadores científicos, da Europa, Ásia, África e América do Norte. A organização que acolhe a Assembleia Geral e eventos associados à mesma, com particular destaque para o Simpósio atrás referido, é o Sindicato dos Trabalhadores Científicos da Academia das Ciências da Rússia, que para o efeito contou com o apoio desta última.

Um dos pontos da Ordem de Trabalhos da Assembleia Geral é a revisão dos Estatutos da Federação Mundial cuja versão actual é ainda a que foi aprovada em 1979, em Atenas. Proceder-se-á também à eleição de novos corpos sociais. De acordo com os Estatutos actualmente em vigor, todos os titulares de funções oficiais, cessantes, eleitos ou nomeados, participarão nos trabalhos da Assembleia Geral. Nessa qualidade, inclui-se o vice-presidente do Conselho Executivo da FMTC, Frederico Gama Carvalho, eleito para essas funções na 19ª Assembleia Geral, realizada em Lisboa em 2004.

 

Program of the XXIst General Assembly

September 2013, 8-12, main and side events

 

 

Sunday 8:  Moscow, International secretariat and 82nd Executive Council Meeting

Welcome receipt and welcome party.

 

          Monday 9, 10:00-14:30, Moscow 

General Assembly:

Session 1: Official Opening Session

Presidency Hall of the Russian Academy of Sciences

At 16:45, fast train to Nizhny-Novgorod (arrival at 21:25).

Accommodation: Volga campus; 22:30

 

          Tuesday 10, 10:00-17:00, Nizhny Novgorod

 Symposium, open to the public

“Young researchers: statutes, employment, mobility and brain drain”

  • 10:00-13:00: Plenary with introductory lectures given by representatives of the host country Russia and of different continents.
  • 15:00-17:00: Round table with representatives of young scientists associations.

Venue: the campus.

 

          Wednesday 11, Nizhny-Novgorod

General Assembly

Session 2:  Reports, debates

Session 3: Adoption of the new constitution; adoption of recommendations and statements.  Closure.

Venue : on board Aldan ship, travelling from Volga campus in direction of the city and further to the East and come back (meetings and accommodations)

 

          Thursday 12, Nizhny-Novgorod

83d Executive Council Meeting (newly elected)

Meetings of permanent working groups and International  secretariat.

15:00: Conclusions

15:30: Excursion and conclusion diner in Nizhny-Novgorod

Venue : Volga campus

 

Either night train back to Moscow, or lengthy stay in NN

RESOLUÇÂO SOBRE A UTILIZAÇÃO DE ROBÔS

MILITARES

 

“A Robótica, teórica ou aplicada, é hoje um domínio da Ciência e Engenharia, em crescimento e rápida evolução. Tal como acontece na maior parte dos campos da actividade humana, os desenvolvimentos neste domínio podem ser fonte de inquestionáveis benefícios para a sociedade em inúmeros aspectos da vida do dia-a-dia, mas, ao mesmo tempo, colocam ameaças sérias às pessoas em diferentes partes do mundo, pondo em causa direitos humanos, condições de vida e mesmo a própria vida.

Robôs, designadamente na forma de veículos aéreos sem piloto (VASP) estão a ser usados extensivamente e são alvo de constantes aperfeiçoamentos para utilizações militares quer em teatros de guerra quer para localizar e abater alvos humanos seleccionados. Esta utilização, inaceitável e efectivamente perversa, abre a porta a novas formas de fazer a guerra. Robôs militares e VASPs podem ser comandados ou “pilotados” a partir de uma consola de comando situada a milhares de quilómetros de distância, graças às possibilidades criadas pela existência de linhas de comunicação eficientes de alta qualidade. Há razões para dizer que a utilização de robôs no campo de batalha ou em missões ofensivas de sobrevoo fora dele, representa a mais profunda transformação da arte militar desde o advento da bomba atómica.


O "Predator Drone MQ-1", um dos VASPs mais utilizados pelas Forças Armadas dos EUA e pela CIA