Mesa-Redonda OTC-Nov 2021

MESA-REDONDA DE OUTONO 2021

COVID 19: A comunidade científica na frente de batalha

No passado dia 11 de Novembro realizou-se uma nova Mesa-Redonda organizada pela Organização dos Trabalhadores Científicos, desta vez versando o tema “COVID 19: A comunidade científica na frente de batalha”. A Mesa-redonda contou com a presença dos especialistas da comunidade científica nacional, Miguel Castanho, Professor da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa e Investigador Principal do Instituto de Medicina Molecular João Lobo Antunes; Maria João Amorim, Investigadora do Instituto Gulbenkian de Ciência; João Lavinha, Investigador Principal (aposentado)  do  Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge e, ainda, Pedro Madureira, Director Científico da empresa Immunethep, uma start up sediada em Cantanhede.

A comunidade científica portuguesa, apesar das limitações existentes em recursos humanos, materiais e financeiros bem conhecidos, mostrou capacidade e potencial, comparáveis aos de outros países com aparelhos técnico-científicos mais desenvolvidos. Entretanto, tornou-se claramente patente a necessidade de ser mais apoiada não apenas no que respeita a recursos humanos e financeiros à sua disposição, mas também no que toca a serem asseguradas as necessárias condições de estabilidade laboral com inserção e progressão em carreiras profissionais devidamente construídas.

A Organização dos Trabalhadores Científicos, nesta como em outras oportunidades procura contribuir para trazer a público a necessidade dos decisores políticos apoiarem de forma consequente o trabalho científico e a comunidade científica portuguesa. Pensamos que tal implica proporcionar condições de trabalho estáveis, e financiamentos regulares que sustentem os recursos humanos e materiais necessários à consolidação e desenvolvimento da investigação, pura e aplicada, suporte necessário da prestação de serviços à comunidade cuja importância se torna particularmente evidente em situações de crise. Assim, importa-nos dar voz a quem, pelo conhecimento do meio e pela experiência profissional, está em posição de analisar com independência e sentido crítico os condicionalismos da situação em que a comunidade científica tem dado e dará no futuro, uma contribuição insubstituível para o bem-estar e o progresso da sociedade em que se insere.

A Mesa-Redonda foi preenchida com quatro intervenções, abrangendo as principais vertentes da problemática em questão, potencialmente desafiantes para a comunidade científica e para a comunidade em geral, intituladas: “ As revelações da pandemia de COVID-19 – uma perspectiva de investigação”, pelo Prof. Miguel Castanho; ” O instituto Gulbenkian de Ciência e a pandemia de COVID19″, pela Doutora Maria João Amorim; “Conhecer para controlar a COVID-19: o papel de um laboratório do Estado”, pelo Investigador João Lavinha; e “Terapias imuno-modeladoras para doenças infecciosas”, pelo Doutor Pedro Madureira.

Às intervenções, de grande interesse científico, seguiu-se debate com a assistência que interpelou os oradores colocando questões pertinentes e de grande actualidade.

                                               

  ♦♦♦

 

Após um interregno de dois anos, a evolução da situação sanitária marcada pela pandemia da doença COVID-19, tornou possível a realização nos habituais moldes presenciais da Mesa-Redonda de que aqui damos conta ― a décima organizada pela OTC de uma sequência que teve início em 2014. O evento teve lugar no Auditório Professor Adérito Sedas Nunes gentilmente cedido pela Direcção do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa à qual a OTC manifesta o seu reconhecimento. A sessão foi gravada (som e vídeo) e está disponível no canal Youtube da OTC.

♦♦♦